Festival

FENFIT é o único evento do Brasil que promove a revelação de novos valores e talentos musicais do forró pé-de-serra, segmento da música popular regional nordestina, através de premiação em dinheiro e gravação de CDs .

Além da excelente programação musical oferecida pelas atrações de renome, o Festival dá oportunidade a novos talentos de se apresentarem em um dos mais importantes palcos do forró pé-de-serra no Brasil e no mundo, divulgando seus trabalhos para um público mais específico e seleto, formador de opinião, em sua maioria composto por universitários provenientes de diferentes localidades do Brasil, que freqüentam Itaúnas na temporada de recesso escolar de julho.

FENFIT estimula a produção, criação, inovação e renovação musical dentro do forró pé-de-serra, contribuindo para a conquista do mercado de trabalho, ampliando a divulgação dos trabalhos difundindo o movimento, mantendo sempre o compromisso com as nossas raízes culturais; promovendo intercâmbio musical, sem precedentes, entre todas as gerações participantes, de diferentes estados brasileiros e entre músicos já consagrados, cantores, compositores, dançarinos, produtores, empresários, técnicos, estudiosos, jornalistas e amantes do forró pé-de-serra.

A idéia de realizar o FENFIT - FESTIVAL NACIONAL FORRÓ DE ITAÚNAS surgiu no ano de 2001, como incremento ao movimento cultural de forró pé-de-serra desencadeado em Itaúnas, extremo norte do Espírito Santo, na década de 80. Ao longo dos anos, a pequena e pacata vila de Itaúnas tornou-se palco para a revelação de grupos como FALAMANSA, RASTAPÉ e TRIO VIRGULINO, contribuindo também para a reapresentação de outros, tais como TRIO NORDESTINO, OS TRÊS DO NORDESTE, TRIO JUAZEIRO e TRIO SABIÁ.

O forró pé-de-serra agradou o público paulista a princípio, que levou a moda como sendo o forró universitário. Os visitantes começaram a vir, atraídos pelo forró e também pelas belezas naturais locais. O boca-a-boca sempre foi a maior mídia do forró e o movimento cresceu muito.

Hoje em dia, o forró em Itaúnas acontece, principalmente, nas épocas de feriado, temporadas de férias e recesso escolar , Reveillon e Carnaval, sendo que o Festival Itaunas, foi criado o 1º site do Bar em Itacional Forró de Itaúnas é realizado todos os anos, na penúltima ou na última semana de julho, pelo Bar Forró de Itaúnas, criado em 1985. O FENFIT começa às 23hs e vai até o dia clarear. Na época do Festival, as bandas costumam finalizar a noite na ponte sobre o rio Itaúnas... é o Forró da Ponte.

O regulamento do Festival, a princípio, era divulgado através do Bar Forró dca-a-boca e as fichas de inscrição enviadas através dos Correios. Atualmente o regulamento e ficha de inscrição ficam disponíveis no site www.forrodeitaunas.com e os trios e bandas concorrentes enviam seu material pelos Correios.

Durante os Festivais, ocorrem discussões sobre o movimento e são várias as sugestões dos participantes e público, muitas delas consideradas e aplicadas, na prática, pela organização. Exemplos disto estão nas pinturas do Bar Forró de Itaúnas na criação de espaço alternativo para fornecimento de alimentação aos participantes e ponto de apoio ao evento na realização de oficinas, horários de debates e incentivo ao associativismo.

Depoimentos

'Eu fico muito feliz quando vejo um movimento desse aqui, este festival de forró, próximo de todas as capitais... e um movimento feito com o coração... Gonzaga, de onde estiver ele vai estar feliz também, ele é a semente de tudo isto aqui... fico muito contente em saber que nós temos nesta cidade, um pedaço de mundo, um pedaço do Brasil, com toda essa euforia de forró...isto é importante pra todos os artistas que fazem a música popular nordestina.' 
Trechos do depoimento de Marinês, A Rainha do Xaxado, na 6º Edição do FENFIT

 

'Já toquei para reis e rainhas, mas nada melhor que tocar no palco do Bar Forró de Itaúnas' 
- Osvaldinho do Acordeon , 3ª Edição do FENFIT

'Fiquei conhecendo Itaúnas através do meu filho. Itaúnas levantou a história do forró' 
- Geraldo Azevedo, 6ª Edição do FENFIT.

'Forró pé-de-serra a gente encontra em Itaúnas... me sinto em casa' 
- Marinês, 2006.

 

Próximos Shows

Mais shows